Se Ama, Não Bata! (2m 1f)


Barcode - Se Ama, Não Bata


 

Se Ama, Não Bata!

 

Os personagens

Ricardo

João

Maria

Resumo

A cena ocorre em uma praça, à noite. Ricardo encontra Maria – ambos estão se escondendo de alguém. João aparece para surpreender a namorada “traidora”.

Roteiro

Ricardo está sentado em um banco, nervoso, esperando.
Após algum tempo, Maria chega apressada.

Maria: Então, o que é que você queria comigo?
Ricardo: (se aproxima) Ah, eu vi que surgiu uma química entre a gente… então, queria conversar em particular…
Maria: Eu tenho namorado…
Ricardo: Se ele estivesse lhe dando atenção você não estaria me olhando daquele jeito.
Maria: Eu? Estava só sendo simpática. Ele pode aparecer a qualquer momento… você não tem medo?
Ricardo: Eu? Deveria ter?
Maria: Acho que vou voltar…
Ricardo: Ah, ele nem vai saber… vamos conversar!
Maria: Mas… eu não tenho nada para conversar…
Ricardo: Ah, tá… então não precisamos conversar. (se aproxima para tentar um beijo)
Maria: (impede a investida, mas sem convicção) Espera… (atende o celular e fala com alguém ao telefone) Alô, amor… o que foi? (enquanto escuta, vai ficando irritada) Pára de me vigiar, cara! Não posso nem sair para dar uma volta e já acha que eu estou lhe traindo! Dá um tempo! Chega! Tchau!

Maria desliga o telefone. Ricardo espera um pouco antes de uma nova investida.

Ricardo: (se aproxima para tentar outro beijo) Prefere conversar um pouco? (abraça Maria e a beija no pescoço)
Maria: (aceita o beijo, mas se afasta um pouco depois) A gente nem se conhece direito!
Ricardo: Mas a gente pode se conhecer melhor…
Maria: (marota) Aqui?
Ricardo: É, tem algum problema?
Maria: (sensual) Não!

Maria se aproxima para abraçar Ricardo muito forte e tentar beijá-lo. João aparece na cena, de repente, com uma arma na mão.

João: Sua safada, cadela! Eu sabia!

João bate com a arma em Maria, que cai no chão, desmaiada.

Ricardo: Calma aí, cara… tá maluco?
João: (bate em Ricardo, que “desaba”) Cala a boca! Meu melhor amigo… com minha namorada! Como puderam? Acham que eu estou maluco, é? Safado! Idiota! Vou matar vocês! Não têm vergonha? Sua safada! Me trair com meu melhor amigo! Eu sempre te dei tudo, cadela! Tira essa peruca falsa e ordinária, sua falsa e ordinária!

João puxa o cabelo de Maria e nada acontece.

João: Espera aí… esse cabelo… Silvia! Você está tão… diferente! Pedrão… você também! Espera aí… você não é o Pedrão! E você não é a Silvia! A Silvia é (descreve alguém completamente diferente da atriz) gorda, baixinha, morena, tem cabelo curto e usa óculos… (pausa) Aí, pessoal, desculpa. Foi mal! Eu acho que me enganei… (pausa) Que coisa! Já é a terceira vez que eu erro essa semana! Preciso ir no oftalmologista! (pausa) Mas eu sei que aquela cadela deve estar por aqui, em algum lugar! (sai gritando) Silvia! Silvia!



Leave a comment